Óleo de coco emagrece, sim ou não? Veja como utilizá-lo no dia a dia



Saber se o óleo de coco emagrece é importante, pois atualmente esse alimento está sendo usado indiscriminadamente por muitas pessoas. A verdade é que o óleo de coco ainda é muito estudado pela ciência, pois suas propriedades são bastante variáveis.

Então, não basta apenas saber se ele emagrece, mas sim, como pode ser consumido para beneficiar a saúde. O emagrecimento será uma consequência natural de uma alimentação adequada e balanceada, junto com hábitos saudáveis.

Saiba agora se o óleo de coco emagrece de verdade, quais são suas propriedades, benefícios e dicas de como usá-lo no dia a dia para ajudar a emagrecer.

Óleo de coco emagrece mesmo?

Depende. A propriedade do óleo de coco que faz dele um aliado do emagrecimento é o ácido láurico, que promove um efeito termogênico. Isso quer dizer que esse ácido acelera o gasto de energia das células, fazendo o corpo queimar mais calorias.

Porém, você precisa colaborar para que esse efeito trabalhe em prol do seu emagrecimento, consumindo o óleo de coco apenas na quantidade recomendada pelo nutricionista. Também precisa manter uma alimentação saudável e praticar exercícios físicos para que a energia gerada seja gasta. Do contrário, ela será acumulada em forma de gordura.

É necessário tomar cuidado com a quantidade de óleo de coco a consumir. Ao mesmo tempo em que ele promove esse efeito termogênico, ele também é rico em ácidos graxos saturados.

Quando fala-se em ácidos graxos, quer dizer gordura. E saturados, quer dizer a gordura ruim que faz aumentar o colesterol. Além disso, o óleo de coco também é bastante calórico, com cerca de 117 calorias em apenas 1 colher de sopa. Só esse fator já faria você pensar que na verdade o óleo de coco engorda.

Portanto, não se pode pensar em apenas um aspecto de determinado alimento para considerá-lo bom à saúde. Trata-se de um conjunto de propriedades e efeitos, que trabalham junto com outros alimentos e hábitos saudáveis para então proporcionar o emagrecimento.

3 Formas de usar óleo de coco para emagrecer

Veja no que precisa prestar atenção antes de incluir o óleo de coco na sua rotina.

1. Consuma o óleo de coco na quantidade adequada

De modo geral, deve-se consumir no máximo duas colheres de sopa de óleo de coco distribuídas nas refeições ao longo do dia. Porém, cada organismo tem necessidades individuais. Pessoas com problema de fígado podem ser prejudicadas pelo óleo de coco, por exemplo. Então, o ideal é consultar seu médico para saber a quantidade adequada para você.


2. Inclua o óleo de coco em uma dieta balanceada

De nada adianta começar a colocar duas colheres de sopa de óleo de coco nas refeições do dia se você continuar comendo em excesso, com gorduras e açúcares industrializados, a ter maus hábitos e a ser sedentário. A melhor escolha é consultar um nutricionista para prescrever uma dieta ideal para o seu organismo. Só assim o óleo de coco emagrece, pois atua junto aos seus novos hábitos.

3. Escolha um produto de alta qualidade

Não basta ser óleo de coco, precisa ter qualidade. Por isso, a forma mais segura de consumir é fazendo sua versão caseira do óleo de coco, que é muito fácil, diga-se de passagem. A razão disso é que os óleos comprados no mercado normalmente passam por processos industriais e acabam perdendo propriedades importantes para durarem mais tempo na prateleira.

Outros benefícios do óleo de coco

Além de favorecer o emagrecimento dentro de uma dieta equilibrada, o óleo de coco também promove outros benefícios, seja ingerindo-o ou usando-o como cosmético. Veja abaixo:

Aumenta a sensação de saciedade

Quando se consome o óleo de coco, mesmo que ele seja parte dos ingredientes de uma refeição, isso ajuda a prolongar a sensação de saciedade. Isso acaba sendo outra forma de contribuir com o emagrecimento, pois reduz a vontade de comer antes do horário certo.

Promove efeito antioxidante no organismo

As vitaminas do óleo de coco atuam no organismo como antioxidantes, que combatem os radicais livres em excesso, responsáveis por adoecer as células. Quando não há excesso de radicais livres, as células conseguem se renovar, o que beneficia as funções de todo o corpo, além da aparência da pele.

Hidrata a pele e os cabelos

O óleo de coco também pode ser usado como cosmético, para melhorar a saúde da pele e dos cabelos. Ele ajuda a combater a caspa, a dar mais brilho e a reconstruir os fios. Na pele, além do efeito antioxidante, também ajuda a hidratar e melhorar a elasticidade.

Além desses benefícios, o óleo de coco também é ótimo para tratar inflamações, para cicatrizar feridas e até mesmo para combater o câncer de intestino, de acordo com um estudo de 2013, graças ao ácido láurico, que quebra a proteção das células cancerígenas.

As dicas deste artigo não substituem a consulta ao médico. Lembre-se que cada organismo é único e pode reagir de forma diferente ao mencionado. E para obter os resultados mencionados também é preciso aliar a uma vida e alimentação saudável e equilibrada.



Comentar

6 + dois =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.